terça-feira, 12 de agosto de 2008

Guerras Nérdicas Episódio I

Era uma vez um garoto chamado Fudêncio Bucetim da Silva. Um dia ele estava na faculdade sem fazer merda nenhuma e foi aprender a programar em Cobol, pq falaram pra ele que isso dá dinheiro.Como ele era um capitalista selvagem ambicioso, ele não perdeu tempo. Foi na biblioteca e pegou vários livros sobre Cobol. Como era uma linguagem muito velha, só tinha livros velhos, sujos e em processo avançado de decomposição, pq segundo um amigo do Fudêncio: "Ninguém quer saber dessa porra véio!O esquema é Orientação a Objeto!Viva a Borland!". Ele tinha asma, bronquite, era alérgico e incrivelmente hipocondríaco. Ele não aguentou os livros velhos cheios de acaros e xingamentos de outros frustrados de Cobol, e acabou ficando doente. Depois que ele se recuperou, o seu amigo (o mesmo citado acima) o convidou pra conhecer as maravilhas da Borland. Fudêncio se afiliou à seita "Programadores de Botão do Inferno". Fez uma tatuagem com o símbolo da Borland na bunda, ( ele não precisou tatuar o "o", pois tinha uma anatomia anal perfeita...). Um dia, Fudêncio e sua turma de Libertadores de Almas Estruturadas, foram fazer um manifesto na frente da sede da seita "Igreja Cobólica Pascalina Turbo C"mais conhecida como "Templo da Tela Azul" ( incrivelmente a Sede dos Botão do Inferno era em forma de botão de ajuda...). No meio dos cobólicos, cpuros, e pascalóides, entre outros do movimento das Estruturadas, estava seu professor da faculdade, Toni, o Doido, chefe dos Cobólicos Luciferianos Unidos do Brasil, que mantem vínculos com a Indústria de Bolinhos de Mandioca (IBM) que utiliza sistemas feitos em Cobol para gerenciar a venda de bolinhos de mandioca. Essa empresa tem pacto com o Deus Buraco Negro, pois suga toda e qualquer pessoa que trabalhe lá. O setor de descasque de mandioca (help desk) são os que chegam mais ao fundo, pois ficam loucos e perdem a vida social mais rápida. Ao ver seu aluno mais nerd mostrando cinicamente a tatuagem da Borland estampada na bunda, Toni gritou raivosamente q "Vc traiu o movimento da linguagem estruturada seu nerd maldito da porra!". Ele muito raivoso disse: "Borland no sangue seu véio louco desbocado, vai fazer programa pra quitanda da sua vó. E se continuar me enchendo o saco, vou mandar o Deus Paradoxx enfiar suas procedures e ponteiros vc sabe onde!". E durante dias, a guerra "Estruturada vs Orientados Eventos/Botão" terminou. Dissidentes do Turbo C ficaram assustados e debandaram para outro ramo de atividade. A trégua só se deu quando as Forças Armadas abortaram a operação e enviaram o relatório de erros. Vários membros dos orientados ao botão foram presos por usarem softwares pirateados. Os Estruturados não foram presos porque segundo o sargento das Forças Armadas, "Ninguém paga pela porra da tela azul mesmo". O pedido de paz foi aceito por Sir Vicentinni, vice-pastor do Templo Tela Azul.
No dia seguinte, ocorre uma misteriosa chacina, e vários de Orientados ao Botão morrem misteriosamente. Fudêncio e seus "Encapsulados", "herdados", entre outos são encontrados mortos na frente das suas máquinas, que era a coisa mais cara q eles já compraram em vida. Segundo o laudo dos legistas, eles foram mortos por seus próprios Deuses: um objeto perfurante criado em Delphi 7.0.
Depois de mais um dia, vários dos estruturados foram mortos por ponteiros assassinos...
E assim acaba a triste história...ainda há conflitos entre eles, mas, depois dessa chacina, todos ficaram com medo de seus próprios deuses. Segundo o IBGE, isso culminou no aumento de 89% no número de DPs...

2 comentários:

LameDuck disse...

Bem estranho!
Mas rí muito, haehuhueahuea :D

Não curto programas orientados a objetos, mas cada um na sua \o/

Muchacho disse...

HAUEHAUEHAUHEUAHUEAHUEHAUEHAU quase me chamam de louco aqui no trabaio quando me peguei rindo igual um camelo vendo pessoas morrerem no deserto, principalmente da parte do "não precisou fazer o 'O', pois tinha uma anatomia anal perfeita"
EHAUHEUAHEUAHUEAHUEAHU FODA!